segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

NOSSA SENHORA DA ABADIA

Nossa Senhora da Abadia é também conhecida pelo titulo de Santa Maria do Bouro, pois é originária do convento do Bouro, próximo à cidade de Braga, em Portugal. Segundo a lenda, a imagem de Nossa Senhora da Abadia é muito antiga, tendo pertencido a um recolhimento religioso conhecido por Mosteiro das Montanhas, que existia naquelas paragens por volta do ano 883. Quando os sarracenos invadiram a Península Ibérica, os monges fugiram, escondendo a imagem da Virgem Maria. Os séculos passaram. No tempo do Conde D. Henrique, um antigo fidalgo da corte, Pelágio Amado, fugindo aos faustos desse mundo, retirou-se para a ermida de São Miguel, a pouca distância de Braga, onde foi viver com um velho ermitão que ali morava há muitos anos. Certa noite, avistaram uma grande claridade que vinha do centro de um vale próximo e como este fato se repetisse na noite seguinte, ficaram os dois vigiando e ao amanhecer foram verificar a origem daquela estranha luz. Encontraram escondida entre os penedos uma imagem de Nossa Senhora e, cheios de alegria à vista daquele tesouro, os eremitas se prostraram, agradecendo a Deus por tão singular favor. Mudaram a sua morada para aquele sitio e ali edificaram uma pequena ermida, onde colocaram a imagem da Santa." Teve noticia da descoberta o arcebispo de Braga e foi pessoalmente visitar os ermitães. Verificando a pobreza em que viviam, mandou construir uma igreja de pedra lavrada digna de abrigar a Mãe de Deus. Aos poucos, vários monges se uniram aos dois santos homens e a fama dos milagres de Nossa Senhora da Abadia se espalhou pela terra portuguesa, a ponto de o rei D. Afonso Henriques ter ido especialmente visitar o santuário, onde deixou uma boa esmola para o culto divino e as necessidades daqueles servos de Deus. Após a descoberta do Novo Mundo, a pequena imagem de Nossa Senhora da Abadia atravessou o oceano no surrão de algum devoto bracarense e foi instalar seu culto nos chapadões do «Triângulo Mineiro», onde várias cidades a tomaram por Padroeira. Passou depois para Goiás, localizando-se principalmente em Muquém e na antiga capital da província, a Vila Boa, que conserva ainda sua bela matriz, edificada no século XVIII.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Agradecimento



"Padre, pessoa de Deus,
porta voz de Jesus Cristo."

Ser Padre é uma aventura
Viver entre espinhos e rosas
Sem nunca reclamar
Pronto a nos ajudar



Padre é aquele que perdoa
Que partilha os Sacramentos
Que anuncia a Boa-Nova
Que da massa é o fermento


Ser Padre é estar a serviço dos outros
Sem se preocupar com o tempo
Ser Padre é partilhar O pão que é Jesus
Alimenta com a palavra
Mostrando esta luz




Ser Padre: É ser alegre e otimista
É ser sal e luz
É ajudar o irmão
É sentir o peso da cruz
É ser filho de Deus
É ser irmão de Jesus!




Ser padre é ser “pai” de uma comunidade inteira. Como tal, ele é o homem da Palavra de Deus, da Eucaristia, do perdão e da bênção, exemplo de humildade, penitência e tolerância, o pregador e conversor da fé cristã. Enfim, é um comunicador e entusiasta da Igreja, que luta por uma vivência cristã mais perfeita.

Obrigado por todos esses anos Padre Zezinho
Só temos a agradecer por tudo, pelo trabalho lindo que fez em nossa comunidade, temos certeza de que será muito feliz.

E como isso não é uma despedida, Até Breve...

Abraços.



quarta-feira, 17 de março de 2010

BLOG VOCACIONAL

JOVEM, VISITE TAMBÉM O NOSSO BLOG
wwwvocare.blogspot.com

sábado, 25 de julho de 2009

NOSSA SENHORA DA ABADIA

NOSSA SENHORA DA ABADIA DE ICÉM
15 DE AGOSTO

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

DÍZIMO


Orientações básicas sobre o dízimo


(Os 4,6): Porque meu povo se perde por falta de conhecimento; por teres rejeitado a instrução, excluir-te-ei de meu sacerdócio; já que esqueceste a lei de teu Deus, também eu me esquecerei dos teus filhos.oferta do dízimo·
Nunca ofertar o dízimo por interesse, para uso da Paróquia Ex: casar, batizar; etc. (ITim 6,9).No dízimo eu devolvo a Deus o que não é meu. Dizimo eu não o dou porque tenho, eu tenho porque o dou (Mt 10,8b).· Os benefícios que a Paróquia proporciona aos dizimistas vem por acréscimo e através da minha fidelidade a Deus; esse acréscimo vem em bênçãos que Deus nos dá: nos planos material e espiritual.·

A conscientização do uso dos benefícios na paróquia vem na mesma proporção de eu ser um dizimista fiel a Deus, através de minhas doações.

A DEVOLUÇÃO do dizimo deve ser individual, não podemos do nosso salário, ofertar o dizimo para outra pessoa.·
Dízimo é uma porcentagem, não é oferta, esmola, resto ou sobra.
Ser dizimista é ter a coragem de fazer a experiência (Mal 3,10).
Dízimo, não paga, “devolve” a Deus, pois já pertence a Ele.·
Dízimo sãos primícias; é a primeira parte que retiro antes de pagar qualquer despesa. Isto é sinal de fidelidade a Deus e acreditar na sua Palavra (Tob 1,5-6).·
O dízimo deve ser devolvido de forma livre, espontânea e com fé (Heb 11,6).
O Dízimo consciente abre os reservatórios dos céus muito além do necessário com as bênçãos que Deus nos promete. (Mal 3,7-12).·
Dízimo é benção, nos ensina a nos desprender daquilo que não é nosso. é certo que Deus nos aceita com nossa pequena oferta e não vai nos excluir de seus planos, mas para que realmente aconteça o que é divino, é preciso uma oferta completa a Deus, pois Ele não nos quer pela metade (Lc 18,18-30).dados e funcionamento do dízimo ·
O dízimo é uma grande riqueza de Deus, pois tudo passará aos olhos deste mundo, mais a partilha será sempre necessária.
A partilha está dentro da vivência da caridade a Deus;· Na evangelização do dízimo, devem ser geradas palavras de amor e partilha;·
Para que se compreenda o verdadeiro sentido do dízimo, é necessário conhecer o porque e para que ele foi criado pôr Deus: “gerar partilha na humanidade e para a humanidade”;·
Em toda evangelização do dízimo deverá sempre ser levado em consideração o lado espiritual, pois se formos canal disto; o restante será obra do Espírito Santo;·
Nunca devemos nos esquecer que “fomos criados à imagem e semelhança de Deus”;·
Nós como Igreja, devemos ser luz para os irmãos (dizimistas ou não), na evangelização do dízimo. Portanto é necessário procurar ao máximo, “viver o que se prega”; Muita gente já é luz! Obrigado por isso Deus!· Sabemos que pelo anuncio a primeira pessoa a ser iluminada é a do pregador. Portanto devemos estar revestidos pela fé, do amor a Deus, ao Evangelho e de sua vivência;·
O esclarecimento e a transparência são muito importantes para a caminhada pastoral do dízimo;· Todo coordenador, auxiliar ou dizimista é um presente de Deus para a Paróquia.

sábado, 6 de setembro de 2008

TABACO

Entidades criticam presidente por declarações sobre fumo

As declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em defesa do fumo em locais fechados ou abertos, em entrevista na última quarta-feira (3), provocaram críticas de algumas entidades.
A Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), em nota, diz que o presidente, como autoridade máxima do país, deveria dar o exemplo à sociedade sobre o males causados pelo tabaco.
“Como homem público e principal autoridade do país, ele tem que dar o exemplo em relação ao tabaco, que tanto traz de malefícios às pessoas que fumam, aos fumantes passivos e a todos que perdem familiares, amigos pelas conseqüências nefastas do cigarro no organismo. Sem falar nos custos que a doença representa ao Estado. Conta essa que toda a sociedade paga”, diz a nota, assinada pelo presidente da sociedade de médicos, Ari Timerman.
“A Socesp vê com muita preocupação as palavras do presidente e aguarda uma retratação para o bem da população brasileira”, completa.
A diretora executiva da organização não-governamental Aliança de Controle do Tabagismo, Paula Johns, também lamentou as afirmações de Lula. Segundo ela, o uso do tabaco é um problema de saúde pública e não deveria ser tratado com descaso pelo presidente.
“O presidente não deveria ter dito isso. Não teve senso de respeito ao próximo e descaso com o tema. Errou feio. Ele tem a opinião dele, mas não pode falar o que quiser”, afirmou, por telefone, à Agência Brasil.
A organização pediu uma audiência com o presidente Lula, mas não ainda não teve resposta do governo. A diretora lembrou que o Brasil é signatário de uma convenção internacional de apoio ao controle do tabaco.
De acordo com a diretora, uma pesquisa encomendada pela organização revelou, em março deste ano, que 88% da população é a favor da proibição do fumo em ambientes fechados, assim como 80% dos fumantes.
Em entrevista a oito jornais populares, no último dia 3, Lula defendeu o fumo em qualquer lugar ao ser questionado sobre o projeto de lei do Ministério da Saúde que quer acabar com fumódromos, áreas reservadas para fumantes em locais fechados públicos e privados. A proposta está sob análise da Casa Civil desde fevereiro para ser enviada ao Congresso Nacional.
“Eu defendo, na verdade, o uso do fumo em qualquer lugar. Só fuma quem é viciado (risos)”, disse, conforme transcrição da entrevista publicada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República.
Lula afirmou também que a proibição não é uma proposta sua, mas do ministério. E preferiu não se posicionar em relação ao assunto. “Eu não vou propor. Quem está propondo é o Ministério da Saúde”, disse. “Eu mando o projeto, eu não voto. A minha incumbência é mandar o projeto e deixar a Câmara dos Deputados votar”.
Indagado sobre a proibição de fumar no Palácio do Planalto, Lula afirmou que em seu gabinete é permitido. “Se eu for à sua sala, certamente não fumarei, porque respeitarei o dono da sala. Mas na minha sou eu quem manda (risos)”, afirmou o presidente, que fuma cigarrilhas.

Fonte: ABr

terça-feira, 19 de agosto de 2008

LEIA COM ATENÇÃO

O ABRAÇO
Se considerarmos o abraço como uma forma universal de obtenção de contato profundo, físico e afetivo, poderemos usá-lo como um dos possíveis instrumentos de terapia. O gesto de alargar os braços é sinal universal de paz e fraternidade; é um gesto ligado à idéia do abrir-se, à sensação de ficar em contato mais íntimo com o próximo e de estar em disponibilidade para acolhê-lo. Podemos pensar que tinha esse valor porque o primeiro movimento da criança que chora e se dirige à mãe é o de levantar os braços para ser tomado ao colo e, no abraço, têm fim tanto seu protesto quanto seu desespero pela ausência ou afastamento dela. Podemos nos lembrar também de que, abrindo os braços, sentimos uma sensação de liberação, um endireitamento da espinha dorsal, a possibilidade de que a cabeça e olhos se mantenham sustentados e sem tensões, certa expansão da respiração no ventre e no tórax. Se tudo isso ainda vem acompanhado de um contato caloroso, muscular e epidermicamente gratificante, podemos entender como esse gesto é fonte de felicidade e consegue fazer brilhar os olhos.

Pois é, durante muito tempo estivemos a procura de alguma coisa que nos rejuvenescesse, que prolongasse o nosso bom humor, que nos protegesse contra as doenças, que curasse nossa depressão, que nos aliviasse de nosso estresse, que nos fizesse chegar próximo daquele com quem brigamos. Sim, alguma coisa que fortalecesse nossos laços de amizade. Encontramos! O remédio havia sido descoberto e já estava a nossa disposição. E continua ao alcance de nossas mãos. O mais impressionante de tudo é que, ainda por cima, não nos custa nada. Aliás, custa sim, custa um pouco de amor, um pouco de carinho, um pouco de vontade de viver do jeito de Cristo, de Maria e um pouco de vontade de perdoar.
É o ABRAÇO! O abraço é milagroso, é medicinal, realmente muito forte. O abraço como sinal de afetividade, de carinho e de perdão pode nos ajudar a viver mais tempo, proteger-nos contra doenças, curar a depressão e fortificar os laços conjugais, familiares e de amigos. O abraço é excelente fortificante! Hoje sabemos que a pessoa deprimida é bem mais suscetível a doenças. O abraço diminui a depressão e revigora o sistema imunológico da pessoa. O abraço injeta nova vida nos corpos cansados e fatigados, e a pessoa abraçada se sente muito mais jovem e vibrante. O abraço aumenta significativamente a hemoglobina na pessoa tocada. Para lembrar, hemoglobina é aquela parte do sangue que transporta o oxigênio para os órgãos mais vitais do nosso corpo, inclusive o cérebro e o coração.
O uso regular do abraço, por isso tudo, prolonga a vida, sara a depressão e estimula a vontade de viver, crescer e progredir.
Sabe quantos abraços você precisa dar por dia?
04 à para sobreviver
08 à para manter-se vivo(a)
12 à para prosperar
E o mais bonito, é que este remédio
não tem
contra indicações e
não há maneira
de dá-lo sem recebê-lo de volta !

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

QUARESMA



'A cruz é um grave caso de amor.'

Uma santa e fecunda caminhada quaresmal, tendo em vista a conversão para celebrarmos a Páscoa do Senhor, nossa Páscoa!

Pe. José Eduardo Vitoreti

Pároco de Icém

sábado, 2 de fevereiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Se contemplarmos a caminhada da Mãe de Deus desde a apresentação até a sexta-feira santa, encontraremos o caminho para o silencio interior. (Edith Stein)

Orando na Bíblia: Sl 48, 10-11

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Senhor, dá-nos fé para tentarmos o impossivel. Dá-nos esperança para não olharmos nem à direita nem à esquerda. Dá-nos tua palavra, de que não seremos abandonados. Caminhas a nosso lado sobre as ondas. Em quem confiaríamos? A quem obedeceríamos? De quem esperar sentido para nossos esforços? Andas a nosso lado sobre as ondas, e nos confiamos ao teu mar. Caminhamos sem solo sob os pés; pois tu és o caminho. Nós te louvamos, a ti que transformas o mundo. (Jorg Zink)

Orando na Bíblia: Sl 77, 20-21

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Quem gosta de dar alegria aos outros, consegue que os outros façam o que lhe dá alegria. O melhor que podemos fazer no mundo é: fazer o bem, ser alegres e deixar que os pardais chilreiem. Quando rezais, de duas sementes surgem quatro hastes... Se o dinheiro pode muito, a oração alcança tudo e triunfa de tudo. A oração é uma arma, que devemos manter sempre pronta para nos podermos defender nos momentos de perigo. Executo cada trabalho como se fosse o ultimo de minha vida; mas trabalho como se ainda devesse viver muito tempo. (S. João Bosco)

Não comeces nunca a terminar, não acabes nunca de começar. (Provérbio)

Orando na Bíblia: Mt 7,4

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Não te contentes com nada a não ser com Deus. (Maria Ward)

Tu vens de Deus e voltas para Deus. Em parte alguma estarás bem senão em Deus. (Rafael Hombach OSB)

Dá-me acuidade de inteligencia e a força da memória; torna-me discipulo capaz e estudioso. Concede-me precisão no explicar e muitas graças no falar. (Tomas de Aquino)

Orando na Bíblia: Sl 118, 169.174

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Nada negar aos outros, mas nada desejar para si. A linguagem do amor é a única lingua estrangeira que todos os homens entendem. Quem quiser salvar os homens, deve sofrer pelos homens. O caminho do Calvário é o caminho mais curto para o céu. (José Freinademetz SVD)

Orando na Bíblia: 1Jo 4,4.6

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Levar o homem do erro à verdade é o maior beneficio que se pode prestar aos outros. A santidade não consiste em saber muito, meditar muito, pensar muito. O grande mistério da santidade é: amar muito. É impossivel que a providencia divina se engane. Impossivel também que sua vontade e suas ordens sejam ignoradas. É uma tolice que o homem sinta tédio de Deus e de seus dons. Quanto mais um ser se afasta de Deus, tanto mais próximo está ele do nada. Mas quanto mais ele se aproxima de Deus, tanto mais se distancia do nada. Trevas é a criatura no que tange sua proveniencia do nada. Mas conforme sua origem de Deus, participa de sua imagem e tem semelhança com ele. (Tomas de Aquino)

Orando na Bíblia: Sl 33,22

domingo, 27 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Libertar os homens interiormente significa: dar ânimo aos fracos e tímidos, repreendê-los com amor, dar a todos um bom exemplo e anunciar a grande alegria que no alto nos está preparada. Amar o próximo e viver em paz com os outros: sinal seguro de que estamos no bom caminho. (Angela de Mérici)

Ser indulgente demais ou de menos, ambos são falhos. É difícil para nós, homens, mantermos o meio termo. Mas quando falto, prefiro que seja antes por indulgencia em demasia que por demasiado rigor. (Francisco de Sales)

Orando na Bíblia: Sl 17,37

sábado, 26 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Não quero uma piedade extraordinária, inquieta, triste, aborrecida, mas que seja serena, suave, agradável e pacifica; numa palavra: uma piedade despreocupada e alegra, agradável a Deus e aos homens. Às vezes desejamos tanto ser anjos que esquecemos de ser homens bons. (Francisco de Sales)

Muitas vezes apenas um silencio sem palavras expressa a minha oraçõa. Deus a compreende. Há desejos que só Deus compreende. (Santa Teresinha)

Orando com a Bíblia: 2Tm 4,3-5

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Não crimes sobre as excentricidades da vida. Procura a Deus de coração reto, procura-o em todas as coisas; e tu o acharás e com ele, a paz de teu coração. Por mais profundas que sejam as trevas, estamos perto da luz. Que importa se Deus nos fala dentre os espinhos ou entre rosas perfumadas. Depois do pecado, a irritação é o maior mal. Um santo triste é um triste santo. (Francisco de Sales)

O mundo de amanhã pertence àquele que pregam a alegria. (Frederico Heer)

Orando com a Bíblia: Lc 19,10

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Muitas vezes acontece estarmos, no trabalho, tão unidos a Deus como na oração. Quanto a isto só posso repetir: Onde houver mais amor, lá estará o melhor. A grande fidelidade a Deus se demonstra nas pequeninas coisas. fazer tudo para Deus, em Deus e na presença de Deus é o único meio de fazer tudo bem. A alegria abre, a tristeza fecha o coração. Deus é o Deus da alegria. A alegria é, portanto, a atitude da verdadeira piedade. tudo o que fizeres por amor, é amor. E a medida do amor? É um amor sem medida. (Francisco de Sales)

Orando na Bíblia: Sl 104,33

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Jesus não disse: Tomai a minha cruz, mas: cada homem tome a sua cruz. Cristo alimenta e apascenta suas ovelhas com sua graça e seu amor, com os santos sacramentos, com a Sagrada Escritura e muitos outros benefícios, e depois, com a mesma bem-aventurança que ele tem e é. (Henrique Suso OP)

Devemos levar nossa cruz e não arrasta-la; devemos pegá-la como um tesouro e não como um fardo pesado. (François Fénelon)

Orando na Bíblia: Cl 3,15

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Há felicidade la onde se proporciona felicidade. (Ladislau Boros)

Quanto mais Deus se esconde mais fortemente sentimos sua proximidade (Santa Teresinha)

Senhor, nosso Deus, manifesta-nos a tua misericórdia e vence todas as discórdias da cristandade pela força do Espírito Santo. (Missal)

Orando na Bíblia: Rm 12, 4-5)

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Lembre-se todos os fiéis de Cristo que tanto melhor promovem e até exercem a união dos cristãos quando mais se esforçarem por levar uma vida mais pura conforme o evangelho. Quanto mais unidos estiverem em comunhão estreita com o PAI, o Verbo e o Espírito Santo, tanto mais intima e facilmente conseguirão aumentar a mutua fraternidade. (Vaticano II)

Senhor Deus, atende a oração do teu povo. Faze com que todos os fiéis se convertam a Ti em penitencia conjunta e anunciem o teu louvor para a cisão da cristandade termine em nós, em perfeita união, aguardaremos o Reino de teu Filho. (Missal)

Orando na Bíblia: Sl 106, 47

domingo, 20 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Visto que hoje, em muitas partes do mundo, mediante o sopro da graça do Espírito Santo,pela oração, pela palavra e pela ação, se empreendem muitas tentativas daquela plenitude de unidade que jesus Cristo quis, este santo Sínodo exorta os fiéis católicos a que, reconhecendo os sinais dos tempos, solicitamente participem no trabalho ecumênico.
(Vaticano II)
Unidade e paz. a única condição exigida dos homens é a boa vontade, que também é graça de Deus, mas que, com a cooperação do homem, é conquista na liberdade. (João XXIII)
Deus Pai, derrama novamente a Graça de teu espírito sobre nós para que sejamos dignos de nossa vocação e testemunhemos tua verdade diante dos homens.Ajuda-nos para que procuremos, com toda a confiança a união de todos os cristãos a comunidade da Igreja. (Missal)
Orando na Bíblia: Mt 1,19

sábado, 19 de janeiro de 2008

COMPANHEIRO DE JORNADA

Bem protegidos pelas forças do bem, aguardamos, consolados, o que sobreviver. Deus está conosco à tarde e pela manhã, e, com toda a certeza, a cada novo dia. (Dietrich Bonhoeffer)

A alegria é o gigantesco segredo do cristão. (Chesterton)

Orando na Bíblia: Jo 17,22